Eu amo Rio Negrinho

Rio Negrinho recebe selo de qualidade do turismo

A proposta prevê em torno R$ 4,5 milhões para melhorias na infraestrutura de acesso a pontos turisticos da cidade
12/06/2018 16:16

O município de Rio Negrinho está entre as seis cidades catarinenses que receberam o selo Brasil + Turismo, entregue nesta terça-feira pelo ministro Vinícius Lummertz e pelo governador Eduardo Pinho Moreira ao prefeito Julio Ronconi. O selo garante ao município prioridade de tramitação no Programa de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (Prodetur + Turismo), do Ministério do Turismo. A proposta prevê em torno R$ 4,5 milhões para melhorias na infraestrutura de acesso a pontos turisticos da cidade.

Julio destaca que Rio Negrinho está entre os seis municipios catarinenses contemplados com o Selo. “Isso é o resultado do trabalho realizado pela nossa equipe. Recentemente estivemos em Brasília e apresentamos os projetos ao ministro, e isso vem a comprovar nossos esforços para incrementar esse setor em nossa cidade”, destacou o prefeito. “O turismo gera emprego, renda e desenvolvimento econômico e social. Agora vamos atrás dos recursos que foram selecionados, para que sejam empenhados no orçamento da União. Não temos o dinheiro ainda, mas isso mostra que todas as nossas ações estão no caminho certo. Para se conseguir o selo tem uma série de itens que o município tem de possuir”, completou ele.

O ministro Vinicius Lummertz avaliou que o investimento nos seis municípios catarinenses produz sinergia com a iniciativa privada. “É um sonho antigo ter um Prodetur possível e viável para todo o Brasil. Sabemos que público e privado são complementares: o público estimula o privado e o privado traz a internacionalização. Sim, o Turismo está entre as áreas onde o capital estrangeiro tem interesse de investir. E por quê nós não investiríamos? Vamos colocar esses recursos a serviço da formação capital e da economia nacional”, provocou.

O Prodetur Itinerante tem como objetivo criar um canal direto de atendimento entre o contratante (cliente público ou privado) e o contratado (bancos de desenvolvimento), com toda a orientação e apoio técnico do Sebrae, que vai oferecer assessoria especializada da formatação à aprovação dos projetos. Representantes do Ministério do Turismo e do BNDES também estão em Florianópolis à disposição para esclarecimentos em relação ao passo a passo do processo, até a assinatura da operação de crédito.

O governador Eduardo Pinho Moreira comemorou o acesso ao Prodetur+Turismo e disse que o estado está pronto para usar o poder da indústria de viagens e turismo a serviço da economia catarinense. “Hoje o Turismo já representa 13% do PIB do estado, e essa importância não pode ser negligenciada. É um setor que só cresce, respondendo ao potencial do estado”, finalizou.

 

PRODETUR + TURISMO

O Ministério do Turismo instituiu o Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (PRODETUR+Turismo) por meio da portaria nº 74, de abril de 2018. O objetivo é disponibilizar recursos para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, oferecendo oportunidade de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio de parcerias com estados, municípios e entes privados.

Propostas alinhadas às diretrizes da política nacional de turismo receberão o Selo Oficial +Turismo. O carimbo identifica que os planos ou projetos foram previamente analisados pelo MTur e receberão prioridade de tramitação junto ao banco contratado na operação de crédito.

Download das fotos em alta resolução
Carregando