Eu amo Rio Negrinho

Valorização e resgate cultural CMEI Dona Benta

Trabalho é desenvolvido em parceria com a UFSC e a comunidade
07/02/2018 08:41

O CMEI Dona Benta, localizado no Distrito de Volta Grande, desenvolve em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) o projeto Resgate e Valorização Cultural, que visa proporcionar o resgate das tradições e sua manutenção junto às novas gerações. Agora em fevereiro, o projeto irá desenvolver o símbolo mais representativo de Rio Negrinho: a Maria Fumaça, que será construído em madeira por um artesão da região e projetado por um pai da Unidade de Educação Infantil, requisitos básicos para a efetivação do projeto.

No dia 1º de fevereiro, estiveram reunidos no Cmei Dona Benta a coordenadora da UFSC Soraya Conde, a equipe do Cmei, cuja gestora é Leticia Kirschbauer, a especialista da Secretaria de Educação Cléa Medeiros, o José de Oliveira, mais conhecido como Zé da Serra, acompanhado do seu filho Alfredo de Oliveira, ambos artesãos do Distrito de  Volta Grande, para efetivarem o início das obras do projeto Resgate e Valorização Cultural, onde somou-se ainda mais a colaboração da gestora Alessandra do Colégio Luiz Bernardo Olsen neste Distrito. Todo projeto deverá iniciar em meados de fevereiro, buscando a interação com toda a comunidade local, oportunizando mais um espaço lúdico no CMEI Dona Benta e um resgate histórico cultural sobre a cidade.

 

Download das fotos em alta resolução
Carregando